50 Fatos sobre Malta

Lifestyle abril 19, 2017

Já falei aqui no blog sobre a minha experiência de estudar inglês em Malta e agora vou falar de um modo geral coisas simples e um tanto curiosas sobre Malta, e que podem ser decisivas na hora de escolher a ilha como destino mas que não encontramos na internet.

1- Água não-potável

Na ilha não existe nenhuma fonte natural de água potável, portanto, só beba água mineral. Ter diarreia nos primeiros dias é bem comum, não se assuste.

2- Língua oficial

Por mais que se fale inglês, você vai ouvir mais maltês do que nunca. Afinal de contas o maltês é a língua oficial. Que é um mix de árabe com várias línguas e que você não vai entender nada. hahaha

3- Clima instável

O clima muda em questão de meia hora. E venta muito. Muito mesmo! Em qualquer estação. No verão o sol é muito quente e te engana por conta do vento. É preciso ter cuidado. Os invernos são úmidos. Não se iluda por ser uma ilha no Mediterrâneo que não faz frio. Faz sim! Igual no resto da Europa.

4- Poucas praias

Apesar de ser uma ilha, exitem apenas 10 praias de areia, sendo que 4 delas são em Gozo. Toda a costa sul do ilha é delimitada por formações rochosas e penhascos. Mas por mais que a quantidade seja bem limitada, cada uma tem uma beleza a parte.

 

5- Água viva

É bem comum estar no mar e sentir uma coisinha na perna! Mas não se preocupe, são pequenininhas! hahaha As  praias são sinalizadas.

6- Comércio beira-mar

Fuja deles! São bem mais caros e nem sempre os melhores. É importante estar atento ao horário de funcionamento da cozinha, o final do expediente nunca é uma boa pedida. Infecção alimentar acontece muito, principalmente no verão.

7- Patrimônio Mundial

São três. A capital de Malta, Valletta. O Hipogeu de Hal Saflieni (Templos subterrâneos) e os Templos megalíticos de 5.000 a.c. (Gozo)

8-Corrida de cavalo

É uma tradição bem forte, com vários campeonatos e modalidades. O Horse Race Track fica em Marsa, no centro da ilha.

9- Arquipélago

Composto por três ilhas. Malta, maior e mais populosa. Comino, com apenas 4 habitantes. E Gozo.

10- Menor do que você pensa

Malta é o menor país da União Europeia.

11- Paraíso do Mergulho 

Malta é considerada um dos melhores pontos de mergulho do mundo, além das baías de água cristalina, existem vários naufrágios e resquícios da Segunda Guerra Mundial. Infelizmente, alguns pontos de mergulho são permitidos apenas para profissionais. Malta possui várias correntes de água fortíssimas e muito perigosas. Vários mergulhadores já perderam a vida nessas águas. Mas não precisa ter medo, em toda a extensão da ilha existem pontos de mergulho para iniciantes, que não pode passar der 6 metros de profundidade.

12- Capital Cultural

Se engana quem pensa que Malta é só praia. Com mais de 300 opções de passeio cultural, Valletta foi eleita a Capital Cultura Européia do ano de 2018.

13- Cenários cinematográficos

Malta já foi cenário de vários filmes e séries. Game of Thrones, Tróia, Capitão Phillips, Guerra Mundial Z, Popeye e agora recente a série The Crown. Nos lugares que foram gravados esses filmes, tours foram criados para atender os fã. O cenário do filme Popaye continua intacto e aberto a visitação. A famosa Popeye Village se tornou o paraíso das crianças, com várias programações e animação para os pequenos.

14- Paisagens paradísicas

Esse é realmente o forte do Arquipélago. É cada lugar, cada paisagem de tirar o folego. Apesar da super procura no verão, ainda sim é possível encontrar algum cantinho com pouca gente.

15- Visto de trabalho

Se a sua intenção é trabalhar em Malta vai com calma e informe-se bem. Malta é bem pequena e não é que chove oportunidade de trabalho. A prioridade é sempre para nativos e em segundo plano para que tem cidadania Europeia. Para os demais que entram em Malta com o visto de turismo ou estudo, não estão autorizados a trabalhar. É necessário uma autorização de trabalho na hora do contratação que gera um custo para a empresa. Ou seja, mais difícil ainda. A não ser que você trabalhe com TI, Softwares e Tecnologia e fale inglês fluente. (Porque mesmo eu não fiz TI? hahaha) Nessa área tem muita oportunidade, acho que não só em Malta, mas no mundo todo. Afinal de contas estamos na era da internet.

16- Catolicismo presente

Com 359 igrejas, (313 delas em Malta e 46 em Gozo) não precisa nem falar que o catolicismo é a religião predominante. As missas são realizadas em maltês e pouquíssimas realizam missas em inglês. Mas existem algumas com folhetos além de inglês, em italiano, francês e espanhol. Não deixe de entrar em algumas delas. Afinal de contas não vai ser difícil encontrar alguma.

17- Italianos

Em alguns lugares você vai ter a sensação de estar na bella Itália. Não que aqui fale italiano. (Os comerciantes mais velhos se viram bem na língua). É que devido a proximidade com a Sicília, os italianos estão sempre por aqui.

18- Taxistas

A probabilidade de te deixarem no lugar errado quando você chegar é tão grande que pegar um ônibus é uma boa opção. Sem falar no pouco caso que fazem. Por isso é super importante se informa da localização exata de onde você for ficar. Anotar em um papel o nomes da rua, proximidade e o máximo de informação possível. (Você não leu errado! É pra anotar em um papel mesmo. Nunca se sabe quando o seu celular vai te deixar na mão.)

19- Aplicativo de ônibus

Apesar deles nunca estarem na hora ou tão cheios que passam reto no ponto, Malta oferece essa vantagem. Com o aplicativo “Tallinja” que é da própria empresa de ônibus, você consegue planejar a sua viagem e se informar dos horários e pontos que precisa trocar ou descer do ônibus. Essa é uma ótima maneira para saber qual ônibus pegar quando chegar na ilhota. A desvantagem do sistema de transporte maltesa é que os ônibus circulam só até as 23:15hs. Depois disso só algumas linhas específicas com a tarifa noturna que é o dobro do valor normal.

20- Vans vermelhas

Em toda a ilha você vai ver circular vans vermelhas ou brancas gritando por passageiros. Não se preocupe, são seguras e legais. hahhaha Funcionam como um taxi compartilhado e te leva aonde quiser. Mas se prepare, costumam custar no mínimo 2 euros. A vantagem é que rodam durante toda a madrugada. Principalmente para que for curtir balada em St. Julians.

21- Trânsito do avesso

Além do trânsito ser do lado direito, os motoristas não são tão habilidosos no quesito volante. Dirigem feito loucos, buzinam o tempo todo, gritam e xingam. (Em maltês é claro! hahah). Toda atenção é valida na hora de atravessar a rua. Até porque é normal que você olhe para um lado e o carro está vindo do outro.

22- Cartão transporte

Se você estiver a fim de explorar a ilha e tiver tempo para isso, aconselho comprar um cartão viagem, que nada mais é do que um vale transporte. Você pode escolher entre vários valores, e ganha duas viagens a mais. Por exemplo, no cartão de 15 euros você vai ter 12 viagens. Compensa e é prático. Você encontra esse cartão nas casinhas da empresa de ônibus espalhadas nos pontos de maior fluxo e em maior quantidade no terminal central em Valletta.

23- Role de bike

Você consegue alugar bicicletas em vários pontos de Malta, através do aplicativo “nextbike”.

24- Morangos

Os melhores, mais suculentos e saborosos que já comi até hoje são sem dúvida os malteses.

25- Comidas típicas

Quando penso em gastronomia maltesa já penso em coelho. Por incrível que pareça as comidas típicas de Malta não são frutos do mar. (Mas é claro que tem né!) O tempero maltes é bem marcante e carregado de condimentos. O curry é um dos elementos principais por aqui. (Me disseram que aqui se come muito coelho, porque o coelho é um animal pequeno, se reproduz rápido e é uma carne saudável. Como o espaço é pequeno, precisavam de um animal que não ocupasse e nem precisasse de tanto espaço para se desenvolver.) E não podemos esquecer do Pastizzi, que são comidas prontas para comer no caminho ou levar pra casa. A maioria são com uma espécie de massa folheada, lasanhas e pizzas. (são deliciosos!)

Porção Individual de coelho

26- Porções maltesas

Se você pensa que os italianos comem muito, é porque não viram as porções maltesas. Sério, é surreal. Me contaram que quando o Hotel Hilton veio para Malta trouxe com ele o restaurante estrelado Blue Elephant. Logo nos primeiros dias de inaugurado causou o maior alvoroço. Os clientes malteses reclamaram que foram embora com fome. Resumindo, o Blue Elephant aqui em Malta, é o único no mundo que oferece pratos fartos.

27- Carnes

Comer carne aqui requer bastante atenção. (Se você não for em algum restaurante é claro, e pagar uma pequena fortuna por um bife de vaca). Nos supermercados, as carnes bovinas são escuras e bem estranhas, além de super caras. Já os frangos tem um cheiro bem forte. Melhor ficar nas verduras e legumes que não tem erro e são deliciosas.

28- Peixe congelado

Foi a primeira vez na minha vida em que vi um ilha ter pouquíssimas opções de peixe fresco. É mais fácil achar congelado. E também não quer dizer que custam pouco também não.

29- Verão prolongado

É possível aproveitar as praias desde a primavera até o outono. Período que vai de maio a outubro. Mas sempre cuidando com o sol.

30- Cassinos

Se você curte uma jogatina a ilhota possui várias opções para gastar dinheiro. (Ou ganhar né, nunca se sabe! rs) Com vários cassinos e centros de jogos online. A maioria deles estão concentradas em St. Julians e Paceville.

31- Crianças

Você vai ver crianças por todas as partes. Para que vem da Itália e Espanha, principalmente, chega a ser um choque. Já que nesses países a população é basicamente idosa. Eu ainda não descobri o segredo de Malta para ter tanta criança. Você anda entre carrinhos de bebê por todos os lados.

32- Influência inglesa

Você passa a ter certeza da influência inglesa na ilha ao ver um telefone público ou o coletor de cartas vermelhos, bem estilo Londres mesmo!

33- Sujeira

Infelizmente, Malta está longe de ser exemplo de limpeza. Tem lixo para todos os lados, coco de cachorro nas calçadas (já falei isso aqui no blog hahaha), e poeira. Muita poeira. O que acho pior é o lixo nos pontos turísticos. Um lugar tão lindo, mas que quando você vai tirar uma foto, não dá, porque está cheio de lixo.

34- ONGs de limpeza

Existem duas ONG’s empenhadas na causa da limpeza de Malta. A proposta deles é bem bacana e estão buscando por uma Malta mais limpa. Eles buscam voluntários para ajudar a limpar uma determinada área. Para quem está afim de fazer amigos e praticar o inglês é uma boa pedida. Eles usam o facebook para divulgar a data e o local da próxima faxina. Você pode conhecer um pouco do trabalho da Malta Clean Up no face clicando nesse link, https://www.facebook.com/groups/315987838596769/?fref=ts

35- Cisk

É a cerveja maltesa produzida na ilha, boa e barata. Você tem que experimentar. O melhor é que a “long neck” dessa cerveja é de 500ml. O que no Brasil dividimos, aqui é individual mesmo.

36- Escolas de inglês

Existem milhares de escolas de inglês na ilha e é preciso estar atento. A maioria deixou de ser escola e passou a ser comércio. Não estão tão preocupadas com a qualidade do ensino, e sim com o dinheiro. Pesquisar avaliações e comentários de ex alunos é uma ótima forma de se informar a respeito.

37- Moeda

Como integrante da União Européia, a moeda usada por Malta é o Euro. Caixas ATM estão espalhados por toda a ilha e encontramos o nosso já conhecido HSBC. Independente de ser seu banco ou não, ele te possibilita fazer saques de qualquer banco ou cartão viagem pagando uma tarifa de 2 euros por saque. Limitados em 300 euros por saque.

38- Wi-fi

Praticamente todas a praças e pontos de muito fluxo possuem wi-fi grátis. Você só precisa responder 3 perguntinhas e o sinal é ótimo. Os bares, cafés e restaurantes também oferecem desse serviço. Alguns você só precisa fazer check-in no facebook.

39- Vinho

Não parece, mas malta é uma grande produtora de vinho. Só que devido a falta de chuvas, as uvas que antes eram totalmente maltesas, agora são produzidas em território italiano, são processada, engarrafadas e armazenadas em Malta. A uva é maltesa, mas recebem uma interferência do pH das terras italianas.

40- Grosseria maltesa

Não se ofenda se algum atendente te tratar com descaso ou simplesmente te ignorar. Isso não é com você! É com eles mesmo. São grossos e não fazem questão. Mas também não vamos generalizar. Tem muita gente boa nesse mundo! rs.

41-Tomada

O plug da tomada aqui é bizarro. Nunca tinha visto nada parecido. São três pontinhas retangulares formando um triangulo. Ou seja, você precisará de um adaptador. A maioria dos hoteis e hostels em pelo menos uma das tomadas o plug é aquele redondinho universal. Adaptadores são facilmente encontrados em supermercados e vendinhas.

42- Paceville

Como diria os italianos, é em Paceville que acontece a movida maltesa. São várias casas noturnas e bares concentrados em uma mesma rua. Então se você gosta de balada, tem que ir em Paceville.

43- Sliema e Gzira

São as cidades mais completas e baratas para se viver.

44- Ferri

Se você comprar o bilhete de ida e volta tem desconto. Os ferries fazem Sliema – Valletta, Valletta – 3 cities e Malta – Gozo.

45- Mela

Se prepare para ouvir essa palavrinha. É a única coisa que aprendi em maltes. hahaha E eles repetem o tempo todo. É como um ok! Então tá! Tudo bem! Vamos lá! Pelo o que eu entendi ela pode ser usada em várias situações depende de onde é usada.

46- População

Malta é composta por uma população de aproximadamente 400 mil habitantes. A ilhota já chegou a receber 2,5 milhões de turistas por ano. Eu nem consigo imaginar o caos na alta temporada. (arrepios!)

 

47- Comércio

O comércio na ilha abre as 9:00 e fecha as 19:00, e não se preocupe se perder a hora. Eles vão te avisar que está na hora de fechar! hahaha Alguns setores fazem uma “pequena” pausa para o almoço, das 13 às 16:00 horas.

48- Operadoras de celular

São três. Vodafone, Melitta e Go. Você consegue comprar chips pré-pagos em vários lugares. Aconselho ir diretamente em uma revenda autorizada e contratar um pacote de internet de sua necessidade. Sem o plano, seus créditos vão acabar em um piscar de olhos.

49- Esportes aquáticos

No verão é possível praticar vários esportes desde mergulho, kitesurf, rapel, escaladas, bungee jumping, zipline até pular de paraquedas, entre outros. As opções estão por toda a ilha.

50- Nome nas casas

A maioria das casa não possuem números, e sim nomes. Pode ser o nome do próprio dono da casa ou de algum santo, cidade, país. Essa é uma característica bem peculiar da ilhota mas que tem seu charme. Além das portas coloridas! Isso não podemos reclamar. A casa pode ser velha o que for, mas a porta está lá, pintadinha! hahahah

Esses são os meus 50 fotos sobre Malta que achei legal que vocês soubessem. Nesses meses morando aqui deu pra conhecer bastante coisa dos costumes e maneiras desses ser humaninhos. hahaha Espero poder ajudar de alguma forma. Se ajudei ou se gostou do post, não deixe de compartilhar com seus amigos e se inscrever na newsletter para ficar por dentro sempre que sair um post novo.

Mela, see you! hahaha

kisses.

10 Comentários
Escrito Por maria lucaroni

10 Comentários em 50 Fatos sobre Malta

  1. Tuany Andrade ! em 19/04/2017

    Olha eu de novo aqui ! hahaha
    Adorei tudo que você escreveu. Você deixa tudo tão claro que parece que estou em malta junto com você.
    Adorei saber que malta já foi cenário de series que já assisti e outras que ainda estou assistindo ! Beijo e morrendo de Saudade de você …

    • maria lucaroni em 19/04/2017

      Fica a vontade e volte sempre! Muito obrigada!! Fico feliz em conseguir expressar o que realmente estou sentido! Beijão

  2. Ludmilla Ferrari em 19/04/2017

    Ameeeei demais Maria. Dicas ótima, realmente parece que estamos em Malta com tanta clareza e esclarecimento!!😘😘

    • maria lucaroni em 20/04/2017

      Obrigadaaaa!!! Fico muito feliz por isso! Beijão

  3. Thiago Crocco em 26/04/2017

    Parabéns pelo site. Estive em Malta também, mas como turista e não estudante. Apenas corrija no item 7 “TEMPLOS MEGALÍTICOS”

    • maria lucaroni em 27/04/2017

      Obrigada!! Já corrigi!! Beijão

  4. LIVIA LUCARONI em 1/05/2017

    Mais esclarecedor impossível…kkkkk
    Maraaaaa!!!! Bjão Flor

  5. katia cristina dias mendonça em 18/07/2017

    Que lugares lindos minha filha,uma experiencia e tanto o que está vivendo.Parabéns,voce merece.Mae ta com saudades kk

    • maria lucaroni em 24/07/2017

      Oiii! Muito obrigada pelo carinho! Também estou com muita saudade! Beeeijão pra família toda!

  6. Wellington em 27/08/2017

    Que texto legal Maria. Farei um intercâmbio em Malta agora em dezembro, com foco em inglês e cultural também, pois passarei um mês viajando pela Europa. Achei seu texto muito realista, colocando todos os pontos reais do país, e não apenas “flores” igual escrevem em muitos blogs. Parabéns 😀

Deixe seu comentário

Instagram
Back to top arrow Subir